Cirurgias de Pálpebra – Plástica e Estética Ocular

cirurgias-de-palpebras

As pálpebras são as camadas de pele que têm papel importante na proteção dos olhos. Elas também são responsáveis por manter o olho umidificado, espalhando as lágrimas sobre a superfície do globo ocular, mantendo o olho sempre saudável.

Quando as pálpebras ficam mal posicionadas ou apresentam problemas em sua função mecânica, o olho fica exposto, havendo o risco de sofrer com problemas secundários.

As correções plásticas e mecânicas das pálpebras devem ser feitas através de procedimentos cirúrgicos.

Ptose:

A Ptose, ou Pálpebra Caída, pode ser congênita ou adquirida, e só pode ser corrigida com cirurgia.

A Ptose acontece quando a pálpebra superior apresenta uma pequena falha muscular, fazendo com que ela não se abra totalmente, ficando com aspecto de caída.

O cirurgião oftalmologista do Hospital Oftalmológico do Acre determinará a melhor técnica para a correção da Ptose, depois de considerar alguns fatores que são individuais de cada paciente, como idade, histórico familiar e etnia.

Retração de pálpebra:

A Retração de Pálpebras é o nome dado à falha da mecânica muscular das pálpebras, inferior e superior, que acaba expondo a esclera (parte branca do olho).

Essa retração palpebral pode desencadear outras patologias oculares, como lesões na córnea, exposição a corpos estranhos e secura dos olhos. Isso porque, por não se fecharem completamente, as lágrimas não conseguem fazer a umidificação completa dos olhos, interferindo em seu funcionamento.

O tratamento pode ser clínico ou cirúrgico, a critério do seu oftalmologista.

Entrópio:

O Entrópio é o nome dado quando a borda das pálpebras vira-se para a parte interna do olho, fazendo com que os cílios comecem a arranhar a superfície ocular.

O Entrópio tem origens variadas. Pode acontecer como consequência de traumas, estar relacionado à idade, como conseqüência de inflamações crônicas do olho ou por queimaduras químicas.

O tratamento é cirúrgico.

Ectrópio:

O Ectrópio é o oposto do Entrópio. É o nome dado às bordas das pálpebras que se firam para fora do olho, expondo a linha ciliar e um pedaço da parte interna da pálpebra.

O Ectrópio pode ser desencadeado depois de cirurgias palpebrais (plásticas ou não), cicatrização anormal da pele devido à exposição ao Sol, em pessoas de pele muito branca ou por avanço da idade.

O tratamento é cirúrgico.

Blefarocalaze:

A Blefarocalaze é o nome dado ao excesso de pele e gordura que se acumulam na região das pálpebras, dando aspecto cansado à fisionomia do paciente. Quando a pálpebra superior apresenta excesso de pele, ele cai sobre a linha ciliar, provocando até mesmo redução de campo visual.

A Blefarocalaze é corrigida através de um procedimento cirúrgico conhecido como Blefaroplastia, procedimento que faz a retirada destes excessos de pele e gordura. O procedimento pode ser estético (rejuvenescimento de semblante) ou reconstrutivo (correção de campo visual), dependendo da necessidade de cada paciente.

Tumores:

Tumores da pele e seus anexos também podem afetar as pálpebras e para seu adequado tratamento (excisão e reconstrução) é necessária a presença do oftalmologista.

Você pode agendar uma consulta com os oftalmologistas do Hospital Oftalmológico do Acre e realizar o procedimento cirúrgico com total segurança.

Caso ainda tenha dúvidas, fale conosco pelo telefone (68) 3221-2161, pelo WhatsApp (68) 9905-0478.